Tipos de controle de acesso para empresas

A questão de segurança nas empresas e em propriedades privadas torna-se cada vez mais necessárias nos dias de hoje, buscando manter a integridade física das instalações e das pessoas que se encontram no ambiente, criando um mercado que se moderniza a cada ano, no mundo todo, com sistemas de controle de acesso os mais diversos e cada vez mais seguros.

Desta maneira, o controle de acesso nas empresas torna-se uma necessidade, apresentando-se como investimento, e não mais como um custo, já que está protegendo a propriedade de investidas que possam causar prejuízos os mais variados, sem contar que a violência está cada dia mais aliada à criminalidade.

Há dois tipos de sistemas de segurança para o controle de acesso nas empresas, cada um trazendo diferentes modelos, com características também diferentes, procurando garantir o controle de acesso aos trabalhadores, visitantes, fornecedores e prestadores de serviço.

Todos os sistemas de controle de acesso possuem o mesmo princípio: permitir que somente pessoas autorizadas, de forma permanente ou provisória, possam adentrar o recinto da empresa, seja para o trabalho ou para a solução de qualquer problema.

O controle de acesso pode ser instalado na portaria da empresa para o acesso geral de pessoas, mas também pode ser utilizado para áreas de acesso restrito, onde somente os responsáveis diretos possuem permissão para o ingresso. O acesso físico pode ser feito de diversas formas:

  • Através de um responsável pela portaria, como um profissional da recepção ou um segurança;
  • Através de um meio mecânico, utilizando chaves e fechaduras;
  • Ou através de meios que se utilizam de tecnologia, utilizando cartões de acesso ou outras formas, como biometria ou leitura de íris.

 

controle acesso fisico

Controle de acesso físico

O controle de acesso físico, feito através de um responsável pela portaria, segue a maneira mais simplificada de entrada na empresa, utilizando os meios normais de comunicação entre a portaria e o setor procurado e o visitante é liberado para entrada.

Este ainda é o meio mais utilizado, na maior parte das empresas, com controle manual ou informatizado.

Algumas empresas utilizam-se de processos tecnológicos para esse mesmo controle de acesso, fornecendo crachás que permitem o ingresso provisório através de código de barras ou de biometria, liberando determinados locais e impedindo que outros sejam visitados.

Controle de acesso lógico

Os mais modernos sistemas de controle de acesso utilizam-se de tecnologia biométrica, onde a autenticação do usuário é feita através de reconhecimento facial, reconhecimento de voz, de escrita, da impressão digital ou da leitura da íris, garantindo ainda mais a segurança e só permitindo que o visitante acesse locais em que há permissão para o motivo de sua visita.

O sistema lógico de controle de acesso simplifica muito mais a gestão do acesso à portaria das empresas, oferecendo, além da segurança, relatórios que permitem verificar os acessos, quem está presente em determinado momento no local e a procedência dos visitantes.

O controle de acesso lógico exige que o visitante se apresente na recepção, faça o seu registro num programa de controle de portaria, recebendo um cartão ou cadastrando sua biometria, definindo o local da visita e mantendo os dados no sistema. O acesso ao local da visita é feito através do cartão magnético ou da leitura biométrica instaladas no acesso à empresa.

Esse tipo de controle de acesso pode emitir relatórios de acessos e saídas, além de informar o número de pessoas estranhas que estão dentro da empresa, a qualquer momento do dia, principalmente em situações de emergência.

Para o controle de acesso lógico, o sistema instalado poderá contar com alguns acessórios, necessários para a coleta de informações, como um coletor de dados, que pode ou não ser monitorado por uma pessoa da recepção, servindo para o fornecimento de crachá ou cartão magnético ou mesmo para a leitura dos dados biométricos.

Nas catracas, portas ou portões internos, há a necessidade de um leitor, que pode servir para o cartão magnético ou para leitura biométrica.

A instalação de um controle de acesso nas empresas deve ser feita por empresa especializada em segurança, com conhecimentos técnicos aprofundados que possam garantir o seu funcionamento e que tragam retorno ao investimento, permitindo assim que a empresa tenha a necessária tranquilidade para suas atividades rotineiras.

Deixe um comentário

WhatsApp chat